Notícias

I Curso de Arbitragem do IDCC – INSCRIÇÕES ENCERRADAS!

Prezados Alunos,

É com grande satisfação que vimos lembra-los que no dia 16 de junho do ano em curso, estaremos dando início ao I Curso de Arbitragem, que está sendo ofertado pelo Instituto de Pesquisa e Extensão Perspectivas e Desafios de Humanização do Direito Civil Constitucional – IDCC em parceria com o Centro de Ciências Jurídicas da UFPB, PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS JURÍDICAS-PPGCJ e OAB/PB, com o apoio do Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem–CONIMA, do Comitê Brasileiro de Arbitragem–CBAR e do Centro Acadêmico Manoel Mattos – CAMM.

As aulas serão ministradas na sala de multimídia do CCJ/UFPB, localizada no primeiro andar do prédio do Centro de Ciências Jurídicas, no Campus João Pessoa da UFPB. Elas terão início, nas sextas-feiras, às 18:00hs, e, aos sábados, às 08:00hs.

Informamos, ainda, que o credenciamento será realizado na sala ao lado da sala multimídia, sendo necessário apresentar um documento com foto.

Desejamos a todos um excelente curso!

Convite para o lançamento do livro “EUTANÁSIA, ORTOTANÁSIA E DIRETIVAS ANTECIPADAS DE VONTADE: O SENTIDO DE VIVER E MORRER COM DIGNIDADE”, de autoria de Adriano Marteleto Godinho

Pesquisa da Unicamp liga ‘Saúde da Família’ à redução de infartos e AVCs

Pesquisa da Unicamp liga ‘Saúde da Família’ à redução de infartos e AVCs Estudo realizado no campus de Piracicaba avaliou 645 cidades paulistas. Levantamento levou em consideração indicadores entre 1998 e 2013.

 Juliana FrancoDo G1 Piracicaba e Região
A Faculdade de Odontologia da Unicamp, em Piracicaba (Foto: Cesar Maia-FOP Unicamp)
Pesquisa da FOP relaciona PSF com redução nos casos AVC e infartos (Foto: Cesar Maia-FOP Unicamp)

A atenção básica desenvolvida na rede pública, por meio de ações voltadas à chamada “Saúde da Família”, é capaz de reduzir casos de infartos e acidentes vasculares cerebrais (AVC), segundo uma pesquisa da Unicamp com dados de 645 municípios paulistas. O estudo foi feito no campus de Piracicaba (SP) e considerou indicadores entre 1998 e 2013.

O resultado aponta que quanto maior a cobertura de assistência por meio do Programa Saúde da Família (PSF), menores são os indicadores de AVC e infarto. O trabalho é da cirurgiã-dentista Denise Cavalcante, durou 15 meses e foi elaborado dentro do Programa de Mestrado Profissional em Saúde Coletiva da Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP).

No período estudado de 15 anos, o indicador de infarto sofreu queda de 56,5%. Passou de uma média de 26,9 casos a cada 10 mil habitantes para 11,7 casos.

Médicos devem ser capacitados em saúde da família (Foto: Reprodução/TVCA)Médico atende paciente em ação de saúde
da família (Foto: Reprodução/TVCA)

“Nos casos de AVC, percebemos que nos primeiros anos os índices cresceram e com a implantação dos PSFs começaram a regredir”, explica a pesquisadora. Os AVCs chegaram a 11 registros, em média, a cada 10 mil habitantes em 2004. Em 2013, o índice médio era de 6 casos. Continue lendo